ARTIGOS ABRIL 2016

Términos de Relacionamentos

TÉRMINO DE RELACIONAMENTOS

Todo começo de relacionamento é sempre tão gostoso, sempre acompanhado de muitas novidades, interesses mútuos, vontade de cada dia mais surpreender o outro. É comum que durante esse início, muitos defeitos e problemas individuais acabam sendo acobertados e passando despercebidos. Porém no decorrer do tempo, esses problemas e defeitos tendem a surgir e eis que então pode ocorrer o doloro término. Afinal não conseguimos associar como algo que começou tão lindo e tão perfeito, pode chegar ao fim?! 


Ao lidarmos com o fim de um relacionamento, é necessário lidarmos com nosso fracasso, afinal em parte somos responsáveis por tal término. Mas é importante uma grande dose de equilíbrio para que não internalize uma culpa inexistente, é necessário compreender que em determinados momentos buscar respostas só trarão hipóteses, o que irá gerar mais ansiedade pela incerteza de tal hipótese. É doloroso, pois temos que arcar com a fragilidade do momento, afinal estávamos acostumados a ter aquele pessoa e compartilhar grande parte da nossa rotina, quando de repente essa pessoa não irá participar em absolutamente (ou quase) nada da nossa rotina. 


Porém o fato é, que se o relacioamento acabou, a melhor solução é encarar essa realidade, para definitivamente colocar um ponto final nessa etapa e ser livre para dar continuidade a nossa vida e rotina. Porém na teoria é tudo lindo, mas prática sabemos que é realmente muito difícil aceitar um término. Inicialmente é necessário um tempo para aceitação do término, para compreender que aquela pessoa não faz parte da sua vida e dar início o processo de desgostar do outro, mas por vezes o lado racional sabe que não existe mais possibilidade ou razões para estarem juntos, o lado emocional muitas vezes insiste em criar cenários viáveis para uma possível reconciliação, por isso é comum que a aceitação por completa de términos de relacionamentos cheguem durar anos. Mesmo que por vezes já estejamos nos relacionando com uma nova pessoa, é possível que ainda existam marcas e lembranças do antigo relacionamento, difucultando seguir em frente com esse novo relacionamento.


O esquecer o outro engloba diversas questões, seguem algumas delas:

- Idealização do Outro: muitas vezes "endeusamos" nossos companheiros, colocando qualidades em excesso e esquecendo de ver os pontos que realmente não eram favoráveis para a relação entre ambos. 

- Investimento: quando investimos sonhos, expectativas, desejos, tempo, cuidados e tudo mais, temos dificuldade em abrir mão desses investimentos e acabamos confundindo isso com a dificudade de aceitar o término do relacionamento.

- Capacidade Imaginativa: refere-se as lembranças, por vezes ficamos lembrando de momentos bons que vivemos ao lado da pessoa, porém de uma forma realmente muito fantasiosa, quando analisado com cautela é possível notar que talvez determinadas lembranças não foram tão intensas e agradáveis como nossa mente está imaginando no momento.


São diversas implicações sobre o fim de um relacionamento, não seria possível abordar todas as questões num único texto, porém espero que este texto traga um pouco de reflexão sobre qual o comportamento que está sendo adotado ou internalizado após o término do relacionamento.

Não hesite em procurar ajuda profissional quando precisar!!​


Psicóloga

Kallyna T. Gobbi Golgeli - CRP 06/128921